Botox e Ácido Hialurônico na Odontologia

20/03/2017

O famoso Botox, tão desejado por mulheres e também homens que almejam suavizar as linhas de expressão e rugas do rosto, é muito mais do que apenas um tratamento estético e superficial.

Porém, o que a maioria não sabe, é que o Botox oferece muitas possibilidades de recursos terapêuticos, permitindo o seu uso na Odontologia para solucionar problemas como bruxismo, disfunções temporo-mandibulares (DTM), assimetria no sorriso e exposição gengival acentuada. E você, já sabia disso? Ele inclusive já foi aprovado para prevenir dores de cabeça em pacientes com migrânea (enxaqueca) crônica, e também tem uso em verdadeiros problemas médicos, sendo usado como relaxante muscular.

O que a grande maioria também não sabe é a origem do Botox. Já parou para pensar em como foi que descobriram uma "substância que estica o rosto de volta", tem praticamente o poder de rejuvenescimento e ainda pode ajudar em outros problemas faciais? Pois é, a OdontoClinica vai te explicar.

O Botox, também chamado mais tecnicamente de toxina botulínica, foi descoberto através da bactérica Clostridium botulinum, a mesma que causa a doença do Botulismo. Os cientistas perceberam que as vítimas que sofriam da doença apresentavam paralisia nos músculos, a qual era causada pelas enzimas da ação da bactéria no organismo. E como as rugas são linhas e depressões que se formam na pele com o envelhecimento, constataram que a toxina poderia ser usada para inibir os músculos da região facial. Intrigante, não é mesmo?

Aí você se pergunta: mas como é que permitem introduzir uma toxina mortal no rosto dos pacientes? Calma, a toxina botulínica usada para indicações terapêuticas e estéticas é a do tipo "A": ela é industrializada, filtrada e purificada para aplicações em tratamentos. Além disso, é usada em concentrações muito menores do que as que causam a doença. Ufa! Podem ficar tranquilos e tranquilas!


Botox para o bruxismo, funciona?
Sim, e muito bem. Para quem não sabe, o bruxismo é aquela ação de ranger ou apertar os dentes durante o sono ou mesmo desperto, provocado por uma tensão mandibular. Para o bruxismo, a toxina botulínica tem como objetivo diminuir a potência muscular. O tratamento vem apresentando resultados surpreendentes. Outro uso da toxina é no tratamento das dores orofaciais e problemas e disfunções da Articulação Temporo-Mandibular, a ATM.


Tenho sorriso gengival. O botox pode me ajudar?
Com certeza! Essa é outra aplicação que vem apresentando ótimos resultados. Para os pacientes que estão em busca de melhorar o sorriso, a toxina pode ajudar ainda mais. Sabe quando alguém sorri e conseguimos ver uma grande parte da gengiva? Então, isso se chama sorriso gengival e é uma disfunção anatômica do corpo, que pode inibir as pessoas de sorrirem mais e se relacionarem melhor com as outras. Antigamente, a única solução era uma cirurgia para correção. Mas agora, com o Botox, é possível paralisar o músculo responsável pelo levantamento do lábio superior de ambos os lados, e este bloqueio químico não deixa a sensação de anestesia ou face paralisada. O resultado é uma menor exposição da gengiva. E o melhor, de maneira rápida e indolor. Isso não é incrível?


Mas não é só nestes casos que podemos empregar a toxina botulínica. Veja em que outras situações podemos fazer o bom uso do Botox:

1) Diminuir a potência mastigatória em casos de implantes, durante a osseointegração;
2) Dores orofaciais de origem muscular;
3) Assimetria de face.


E o que é o ácido hialurônico?
É uma substância naturalmente presente no organismo humano. Trata-se de uma molécula de açúcar que atrai a água, pode atuar como lubrificante e absorver choques em partes móveis do corpo, como as articulações. Ele atua preenchendo o espaço entre as células da pele, o que a mantém lisa, elástica e bem hidratada. No entanto, ao longo dos anos sua concentração na pele diminui, causando seu ressecamento e o aparecimento de rugas.

Apesar da origem, o ácido hialurônico usado hoje em tratamentos é submetido a uma série de procedimentos químicos e industriais, sendo de composição manipulada.

Quando usado de forma injetável, pode ser aplicado no contorno da face, lábios (contorno e volume), olheiras, rugas, para repor volume em face, mãos e algumas regiões corporais. Também é usado na volumização do rosto, sendo aplicado na região dos malares, mandíbulas e laterais do rosto.


Para que serve o ácido hialurônico na Odontologia?
Ele tem uma função terapêutica e é utilizado por dentistas, virando solução nos tratamentos de perda de volume facial. Isso significa próteses mais leves e redução na quantidade de acrílico, metal ou cerâmica, pois o ácido ajuda no suporte labial e facial.


Não confunda: Botox e Ácido Hialurônico não são a mesma coisa!
Enquanto o botox é usado para desacelerar a ação dos músculos na região facial, o ácido hialurônico é usado com fins de preenchimento de pele e volume. Além disso, a toxina botulínica na Odontologia tem duração de 6 meses e precisa ser reaplicada para permitir a continuidade do bom tratamento e resultados satisfatórios. Já o ácido hialurônico tem duração de um ano a um ano e meio e também precisa de reaplicações.


Existem contraindicações para o uso destas substâncias?
Sim, mas em alguns casos específicos:
• O botox não é indicado para quem é alérgico a elementos da composição, como albumina (presente na clara de ovo);
• No caso do ácido hialurônico, é contraindicado para pessoas com problemas com coagulação, e não deve ser injetado em uma área onde um implante permanente foi colocado;
• Mulheres grávidas e que estão amamentando devem consultar o médico antes de realizar a aplicação de qualquer uma das substâncias.


Viu só? Agora você já sabe que o Botox, ou toxina botulínica, é originado de uma bactéria que possui intensa capacidade paralítica, e que além do uso como tratamento cosmético para esconder rugas, pode ser usada para tratar outras imperfeições faciais. E também sabe que é o ácido hialurônico que permite o preenchimento de pele e volumização em áreas do rosto, e que inclusive pode ser usado como tratamento auxiliar para próteses dentárias.

Na OdontoClinica, você pode realizar tratamentos utilizando estes produtos inovadores na Odontologia. Entre em contato conosco para saber mais sobre o assunto e descobrir como podemos ajudar!